Angelus novus

ANGELOUS NOVUS

Em busca das raízes da crise ecológica em curso, este artigo lança luz sobre transformações no modo como o mundo natural foi concebido ao longo da história, destacando, brevemente, três estágios: “criação”, na Era Medieval; “natureza”, no início da história moderna; “depósito de matérias-primas”, no capitalismo tardio. Argumenta-se que mudanças na concepção do mundo natural tem relação com o declínio do pensamento, por conta do crescente papel desempenhado pelo raciocínio técnico. Para oferecer oposição a essa tendência, os autores propõem a reintegração da teologia ao escopo do pensamento moderno, enfatizando a importância de noções como mistério e dádiva para a compreensão do mundo no qual vivemos. Leer más