A educação como ferramenta de inclusão social de mulheres em vulnerabilidade social

#inclusao_social_mulheres
Autoras:

Adriana Regina Vettorazzi Schmitt,* Eduardo José da Silva Tomé Marques** & Marizette Bortolanza Spessatto***

 

Resumo:

O relato de uma experiência sobre um programa de educação na perspetiva de género foi o ponto de partida para uma reflexão sobre o contributo da educação como ferramenta para a inclusão de mulheres em situação de vulnerabilidade social. O programa Mulheres Sim, do Instituto Federal de Santa Catarina-Brasil é analisado a partir dos dados resultantes das ofertas de cursos do campus São Miguel do Oeste em 2017 e 2018, dirigidos a mulheres agricultoras brasileiras e usuárias do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), e imigrantes haitianas.

Palabras clave: Educação, Políticas Públicas, Mulheres Sim, Inclusão social.

 

Abstract:

Reporting an experience based on a perspective of gender education program was the starting point for a reflection on the contribution of education as a tool for the inclusion of women in socially vulnerable situations. The programme “Yes Women” of the Federal Institute of Santa Catarina is analysed based on data resulting from the São Miguel do Oeste campus offerings courses in 2017 and 2018, aimed at Brazilian women farmers, users Social Assistance Reference Center (CRAS) and Haitian immigrants.

Keywords: Education, Public Policies, Women Yes, Social inclusion.
 
 
 

* Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFSC) e Servidora Assistente Social do IFSC câmpus de São Miguel do Oeste–Santa Catarina – Brasil.
** Diretor e professor do Curso de Serviço Social da Universidade dos Açores – Portugal. Investigador do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA.UAc).
*** Professora do Centro de Referência em Formação e EaD–IFSC–Florianópolis–Santa Catarina–Brasil. Docente no ProfEPT. E-mail: spessatto.mari@gmail.com

Añadir a favoritos el permalink.

Comentarios cerrados