Apresentação

Espacios Transnacionales nasce como una iniciativa da Rede Latino-americano-Europeia de Trabalho Comunitário Transnacional (Reletran), que desde sua origem aposta na transgressão do normalmente estabelecido, na ruptura de fronteiras, e se propõe a questionar e transcender as linhas divisórias que separam a prática da teoria, que delimitam separadamente os esforços e tarefas das organizações sociais das atividades e funções das instituições acadêmicas; em suma, que impõem critérios de veracidade e validade aos saberes e às culturas.

Desde sua origem, a rede reuniu diversas organizações sociais e instituições de ensino superior na América Latina e Europa, transcendendo os limites territoriais, mas acima de tudo, ampliando os horizontes de reflexão e ação. Não sem contratempos e divergências, mas com a convicção de que novas configurações são possíveis a partir do reconhecimento dos outros, não para reafirmar-nos através das nossas diferenças, mas para colocar o que somos, como um tipo de contribuição, na construção de um novo “nós”.

O mundo atual exige enfrentar grandes riscos e perplexidades com a imaginação, construindo espaços alternativos de reunião onde os olhos e as vozes se multipliquem. Este é um deles.

Espacios Transnacionales baseia-se na convicção de que a reflexão e a ação devem ser inseridas hoje mais do que nunca neste tipo de vida em

uma escala planetária específica ao presente, o que indubitavelmente implica uma grande diversidade de posições teóricas, práticas, éticas e políticas.

O coração de Espacios Transnacionales é seu dossiê, com seus artigos originais em que são apresentadas as reflexões de autores e autoras de diferentes disciplinas e formações; mas também as práticas e experiências de trabalho comunitário em qualquer parte do mundo. Não há distinção, porque há acadêmicos que mostram suas experiências na ação, enquanto que outras organizações dão conta de reflexões teóricas sobre seu trabalho.

Em cada número, juntamente com o dossiê, está a seção multimídia na qual, através de podcast e vídeos, se continua e amplia a reflexão para o debate, para a dissertação e a crítica.

Nosso mecanismo de ação é a convicção na necessidade de transcender fronteiras, ou melhor, enfrentar abertamente as fronteiras estabelecidas e sancionadas de forma diária e oficial, para se mover para a heterogeneidade dos sujeitos, grupos sociais, instituições, disciplinas, conhecimento, formas de ver e compreender as realidades.

Como em qualquer site e publicação, as ideias expostas aqui por escrito, verbalmente ou visualmente são de responsabilidade de seus autores e autoras, embora seu melhor destino desejável seja a reapropriação por muitos e muitas outras.

Comentarios cerrados